Câmara Municipal levanta novos debates sobre a saúde

A sessão especial com o tema “A Saúde sob a ótica do SUS” movimentou a Câmara Municipal na manhã desta quinta-feira (2). Solicitada pelo vereador Fernando Dourado (DEM) com objetivo de esclarecer questões referentes ao sistema de saúde, tanto por parte do Estado, como do Município, o evento contou com a participação de representantes das três esferas de poder: Federal, Estadual e Municipal.

Fernando Dourado começou o seu pronunciamento explicando mais uma vez que o intuito da discussão sobre a saúde não era para fazer politicagem, muito menos para apontar culpado. “O intuito dessa sessão é para que possam ser colocados os problemas e dadas soluções para algumas questões. Essa é mais uma estratégia que nós vereadores viemos trabalhando para buscar a melhoria das condições de saúde oferecidas aos nossos eleitores. Esta casa já conseguiu movimentar a sociedade civil, o poder público e a imprensa. Cumprimos o nosso papel e algo começou a ser feito para se trabalhar dignamente a saúde”, disse.

Fernando explicou que a prefeitura de Belém já tomou algumas providências para melhorar a operacionalização da saúde, como, por exemplo, a recuperação do tomógrafo que estava parado há quase um ano, além de inúmeras reformas que já estão sendo providenciadas no Pronto-socorro da 14 de março. “Até as obras de ampliação do PSM voltaram a ser executadas. A governadora Ana Júlia já se reuniu com o Duciomar e com outros prefeitos e secretários municipais de saúde para anunciar, entre outras medidas, a retomada de um programa similar ao modelo que

deixamos implantado na secretaria de saúde quando fui secretário do Estado, o ‘Médico 24h’, que garantirá o repasse de recursos para os municípios mais necessitados”, falou o vereador.

O novo secretário municipal de Saúde, Antonio Vinagre, agradeceu o convite e falou da importância do legislativo nesse processo da saúde, através de idéias e sugestões para a melhoria do sistema. Vinagre falou também sobre as metas da sua gestão para a melhoria da saúde para a população. “Entendo a solicitação desta sessão especial de falar do SUS, com a idéia básica de mostrar a integração dos três poderes, mostrando que existe uma co-responsabilidade entre todos. Estamos assumindo agora a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e temos muito trabalho pela frente. Conversarei com a Secretaria Estadual de Saúde (Sespa), com o Ministério da Saúde e ouvirei também a comunidade, assim somaremos e veremos o que é possível fazer”, explicou Antonio Vinagre.

A participação da sociedade foi o ponto alto do debate. Com uma metodologia diferenciada, Fernando Dourado presidiu a sessão dando espaço para cada convidado se pronunciar por três minutos. Cada um pôde colocar em pauta os três maiores problemas enfrentados na saúde pública, sob a ótica de cada um. Após indicados os problemas, eles puderam dizer quais as soluções para os mesmos.

Questionários foram entregues a todos os convidados para que cada um colocasse a sua sugestão sobre os problemas e as soluções para a saúde. Os documentos foram depositados em uma urna. Os dados apurados durante a sessão especial da saúde serão disponibilizados, em 30 dias, aos vereadores, instituições gestoras, de trabalhadores e usuários da saúde de Belém, para que possam tomar conhecimento dos principais problemas que rondam a saúde de Belém e das principais sugestões encaminhadas para soluções dos mesmos. 

O diretor do Conselho Regional de Medicina, José Antonio Cordeiro, falou que a saúde é um problema de todos. “Saúde e educação são as verdadeiras prioridades de qualquer cidadão. Se alguma coisa falha, a culpa é nossa. Há uma falta de amparo para com a saúde, precisamos fazer com que as coisas funcionem. Os Prontos-Socorros são para atendimento de alta e média complexidade e não para atendimentos clínicos. Precisamos fazer com que lá só se receba atendimentos referenciados, porque senão ocorre o que vemos hoje: a superlotação. Falta planejamento estratégico por parte do sistema (Governo Federal, Estado e Município) e, na ponta, que sofre somos nós”, disse José.

O representante do Conselho Regional de Medicina disse ainda que achou excelente a idéia do vereador Fernando Dourado, de promover uma discussão, com propostas palpáveis para que tenhamos atenção na ponta, ou seja, na saúde básica. “Somente assim resolveremos essa questão”, finalizou José Cordeiro.

Belina Soares, presidente da Associação dos Renais Crônicos, ressaltou a falta de atenção aos pacientes com problemas renais. “Não há medicamentos, leitos suficientes e exames especializados. Encontramos muitas dificuldades porque sem um acompanhamento sério nossos pacientes morrem”, disse. Ela pediu soluções ao novo secretário, Antonio Vinagre. Pediu também apoio aos vereadores, pois a questão dos pacientes renais crônicos no Pará é crítica. “Só existem sete municípios que atendem pacientes com essa doença. Precisamos fazer alguma coisa por aquelas pessoas que realmente precisam ser atendidas emergencialmente”, concluiu.

Todos os vereadores que se pronunciaram falaram que iriam dar o apoio necessário ao novo secretário municipal de saúde. Carlos Augusto (DEM) lembrou que o secretário Antonio Vinagre terá que organizar a “casa”. “Os leitos de retaguarda precisam ser revistos, precisam ser feitos também convênios com hospitais particulares. É preciso que a regulação funcione, para que o paciente na hora que procurar atendimento, saberá para onde ser direcionado. As unidades de saúde têm que funcionar. Médicos e enfermeiros precisam ganhar bem, somente assim eles trabalharão com vontade e dedicação”, finalizou o vereador.

Leia outras Notícias:

» Sessão homenageia os 90 anos da Faculdade de Medicina da UFPA

» Relatório da saúde do Estado será entregue ao Ministro da Saúde.

» Vereadores aprovam projeto que beneficia alunos carentes.

» Saúde do Pará é a que recebe menos recursos federais

» Ultimo prazo para eleitores se regularizarem junto ao TSE

» 7 de abril – Dia do Jornalismo

» Comissão de Saúde volta a se reunir na CMB

» A saúde em foco na CMB

» Vereadores protocolam CPI da saúde

» Transito de Belém continua na pauta

» O Que Fez o Governo Lula por Belém

» A Saúde De Belém x o HPSM

» Abertura do Ano Legislativo

: : Copyright© 2009 - Vereador Dr. Fernando Dourado - Todos os direitos reservados : :