Vereadores protocolam CPI da saúde

Após conseguirem reunir 15 assinaturas, os vereadores da Câmara Municipal de Belém deram entrada, junto a Mesa Executiva da Câmara, no requerimento pedindo a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI, para apurar denúncias de irregularidades na Secretaria de Saúde do Município. Os vereadores querem explicações sobre o atendimento nessa área, principalmente nos postos de Pronto Socorro, como é o caso do Pronto-Socorro da 14 de Março.

Para garantir a entrada da CPI na Câmara, os vereadores fizeram 64 horas de vigília no plenário, durante todo o final de semana. Os 15 vereadores que assinaram o pedido de CPI ficaram desde as 17h de sexta-feira, 13, e revezaram-se em vigília no plenário da Câmara Municipal de Belém, preocupados com alguma manobra governista que pudesse inviabilizar ou esvaziar a CPI da saúde ou impedir que o requerimento com o pedido, fosse protocolado prioritariamente nos primeiros minutos da sessão desta segunda-feira, 16.

Após reunião interna, os 15 vereadores decidiram que o vereador Ademir Andrade (PSB) seria o autor do requerimento, que antes tinha a frente o vereador Marquinho do PT. A partir de agora as lideranças partidárias tem 72 horas para indicar os membros da CPI e o Presidente Walter Arbage tem 10 dias para instalar a Comissão. Se nesse prazo as lideranças não indicarem os membros da CPI, o Presidente tomará para si essa responsabilidade.


Se em 10 dias a CPI não for instalada e se em 60 dias não concluir seus trabalhos será considerada extinta. O vereador Fernando Dourado explicou que a CPI é importante para resolver um problema que vem se prolongando há anos. “Temos visto muitas notícias sobre a saúde e a Câmara vem debatendo isso no Plenário quase que diariamente. A saúde não é um problema somente do governo municipal. Existe todo um sistema envolvido e que precisa ser regulamentado”, explicou Dr. Fernando, que foi o único médico da Câmara a assinar a CPI.

Além da CPI da Saúde, mais três pedidos de CPIs foram protocolados junto à Mesa Executiva da Câmara, as quais terão agora os mesmos trâmites. Os pedidos de CPIs governistas são: violência contra a mulher, Uso de drogas no Município e a violência e criminalidade enfrentada pelos belenenses.

Leia outras Notícias:

» Sessão homenageia os 90 anos da Faculdade de Medicina da UFPA

» Relatório da saúde do Estado será entregue ao Ministro da Saúde.

» Vereadores aprovam projeto que beneficia alunos carentes.

» Saúde do Pará é a que recebe menos recursos federais

» Ultimo prazo para eleitores se regularizarem junto ao TSE

» 7 de abril – Dia do Jornalismo

» Comissão de Saúde volta a se reunir na CMB

» Câmara Municipal levanta novos debates sobre a saúde

» A saúde em foco na CMB

» Transito de Belém continua na pauta

» O Que Fez o Governo Lula por Belém

» A Saúde De Belém x o HPSM

» Abertura do Ano Legislativo


: : Copyright© 2009 - Vereador Dr. Fernando Dourado - Todos os direitos reservados : :